sábado, 13 de setembro de 2014

I Need You - (46° Cap) " Filhas!"

P.O.V Megan Julie

Eu estava positiva, sentia que tudo daria certo, que nada de ruim aconteceria comigo ou com minhas filhas.

Estava um pouco anciosa para ter minhas filhas, queria estar com elas em meus braços e poder ama-lás mais do que já às amo.

As contrações aumentavam cada vez mais, a dor erra insuportável. Eu queria que ele estivesse comigo agora, queria que ele presenciasse esse momento, mas Justin disse que não conseguiria, eu não poderia obriga-lo, era uma decisão dele e eu respeitaria.

P.O.V Justin Bieber

Aquilo tudo era um grade loucura, como ela teria três bebês em um parto normal, isso era idiotice. Mulher idiota! Imagina só, uma garota com apenas 17 anos, parindo três pivetas em um parto normal, é suicídio, é idiotisse, eu sou muito idiota, não deveria deixa-la fazer essa loucura, mas ela é tão teimosa, se algo acontecer com ela eu serei o culpado, eu nunca me perdoaria, nunca!

Eu deveria estar do lado dela agora, dando força a ela, mas, não conseguia, era de mais para mim. Meu Deus o que eu estou fazendo? eu tenho que estar com ela.

P.O.V Megan Julie

- Megan as pausas das contrações estão ficando cada vez mais curtas, a próxima que vier preciso que você faça bastante força.

Assenti com a cabeça e logo veio outra contreção, fiz a maior força que pude, e logo vinheram outras e outras... Estava muito cansada e nenhuma das minhas meninas haviam nascido.

- Vamos lá Megan, esta quase nascendo, estamos vendo ela, faça força. -disse o Dr. Richard.

Senti alguém pegar em minha mão, olhei para o mesmo e vi ele, sim, o Justin, ele estava lá. Olhei em seus olhos que me acalmaram e me deram força para continuar.

Outra contreção me pegou e então fiz força, logo depois ouvi um chorinho, olhei em direção e á vi, minha filha. Não havia explicação para o que eu estava sentindo.

P.O.V Justin Bieber

Eu estava assustado, muito assustado, era doloroso ver a minha Meg assim... mas, quando ouvi aquele choro, meu coração acelerou, parecia que iria sair pela minha boca. Meu Deus aquilo foi incrivel.

- Megan sei que você esta muito cansada, mas ainda tem mais duas, precisamos que seja forte e aguente firme, pelas suas filhas. Você já sabe o que fazer!

Megan assentiu e então fez força novamente, e mais uma vez, e outra vez, mais outra vez, até que novamente ouvimos um chorinho fino.

Megan estava muito cansada, mas fazia de tudo para ficar forte, buscava forças de onde não havia mais.

- No...ssas

- Xiiiu, não fale bebê. -disse a cortando.

E então ela voltou a fazer força, ela estava muito mal,estava sendo difícil para ela, a maneira que apertava minha mão ficava cada vez mais fraco, não tinha muita força...

- Vamos lá Megan, só mais uma vez!

Assim ela fez, bastante força e então, nasceu.

- Jus...

Ela falou e depois desmaiou.

Os médicos que ali estavam começaram a correr de um lado para o outro, me deixando sem entender nada.

- Que porra ta acontecendo?

- Sr. Bieber por favor precisamos que saia da sala.

- Não saio! Quero saber o que está acontecendo com ela.

- ESTAMOS PERDENDO ELA!

- O que ele disse?

- Senhor por favor saia, precisamos que saia. -disse um deles.

Sai arrastado por dois dos médicos, mas não antes de socar a cara de um deles.

[...]

Depois de 1h esperando por noticias, o Dr. Richard finalmente apareceu.

- E então como ela está? -disse desesperado.

- Ela esta bem, foi apenas uma queda de preção, ela estava muito fraca e perdeu muito sangue, mas agora está descancando.

- Posso ver ela?

- Pode, mas você tera apenas 5 minutos.

- Tudo bem.

[...]

Megan dormia serenamente, estava um pouco palida, mas não era pra menos...ela foi muito forte, tenho orgulho da minha garota.

- Sr. Bieber acabou o tempo.

- Tudo Bem!

- Gostaria de ver suas filhas?

Aquilo me fez paralizar, é agora eu sou pai, e de 3 meninas. Caramba!

- Ahn... claro!

[...]

O Dr. Richard mandou uma das enfermeiras me levar até o berçario, e para minha surpresa todos estavam lá.

- Oh Justin suas filhas são tão lindas. -Christian disse assim que me viu.

- E por incrivel que pareca não tem cara de joelho. -disse Ryan.

- Onde elas estão?

- Ali filho! -minha mãe me puxou e me levou até onde elas estavam.

Elas eram tão pequenas e tão lindas.

Toquei em uma delas e ela agarrou meu dedo me deixando sem reação, aquilo era... bom.

- Quer pegar? -minha mãe perguntou.

- O que? Não! Não consigo...

- Ah consegue sim Justin.

Uma das enfermeiras pegou uma delas, e colocou em meus braços, por algum motivo sentia medo, medo de sem querer derruba-la. Parecia que se tocasse poderia quebra-la.

- Vê como é fácil?

- Awn que lindo Justin.- disse Chris.

- Christian cala a boca. -Ryan falou dando um tapa na cabeça de Chris.

- Obrigado Ryan! -disse eu.

- Nada dude!

- Nossa ela é tão pequena... -disse adimirando MINHA filha.

- Já sabe os nomes? -perguntou Chris.

- Ahn... não, quero escolher com a Meg!

Fiquei um bom tempo adimirando minhas filhas, quando o médico disse que minha garota havia acordado, não preciso dizer o quanto estava feliz.

- Posso ver ela?

- Claro!

Fui até o quarto onde ela estava, assim que entrei ela me olhou e deu um sorriso largo e eu retribui sorrindo também. Como eu à amo!

- Bebê! -sussurei largando um beijo em seus lábios em seguida.

- Drew!

- Como você está?

- Bem,mas louca para ver minhas filhas, onde elas estão?

Nem precisei responder, pois duas enfermeiras entraram com as lindas garotinhas.

- Elas são lindas. -Meg sussurou enquanto a enfermeira ajeitava duas garotinhas no colo de Megan.

Peguei minha outra filha com o maior cuidado e me sentei do lado de Megan.

O quarto logo foi invadido por Ryan, Chaz, Chris e minha mãe.

- Olha só a nova mamãe. -disse Chaz.

- E o novo papai. -concluio Chris.

- Não vomos esquecer da nova vovó. -finha mãe disse se referindo a si própria.

- Nem acredito que sou titio. -falou Ryan.

- Ai, deixa eu segurar uma.

- Não Christian! -disse.

- Ué, por que?

- Por que eu não quero.

- Grosso!

- Meu pau.

- Que nojo. -Christian fez careta.

- Tô nem ai.

- Então já colocaram os nomes? -perguntou minha mãe.

- Bem, vamos ver isso agora. -disse Megan.

- Eu gosto de Samantha. -me pronunciei.

- Eu gostei, hum, que tal Jennifer e Catarina. -Meg disse olhando as garotinhas em seus braços.

- Eu gosto! -disse e sorri.

[...]

Depois de Megan ter passado dois dias na maternidade, finalmente voltamos para casa.

Recebi varios "parabáns chefe" assim que pus os pés em casa a um dia atrás, me sentia orgulhoso pra caralho. Agora eu sou pai de três gurias. Wow!

[...]

P.O.V Megan Julie


Um mês depois:

Já conseguia ouvir um choro fino vindo do quarto vizinho, logo depois com certeza viriam varios outros. Levantei preguiçosamente e fui até o quarto das meninas antes que Justin acordasse com o choro delas.

Cat se esguelava de tanto chorar, com certeza estava com fome, desci um alça da camisola um pouco transparente e liberei meu peito colocando próximo a boca de Cat que quando percebeu o mesmo, logo a abocanhou. Ela sugava forte e chegava a doer.

Por sorte Sam e Jen não haviam acordado, pois aí sim seria um grande problema. Uma festa de choros.

P.O.V Justin Bieber

Abri os olhos lentamente e Megan não estava na cama. Ainda era 3:00 da madrugada. Me levantei e fui até o quarto das meninas, onde à encontrei lá.

Ela estava sentada na poltrona, amamentendo Cat, Meg as vezes fazia careta e soltava gemidinhos de dor.

Tadinha da minha garota.

- Hey amor! -chamei atenção dela.

- Justin, o que faz aqui? Não queria te acordar, você foi dormir tarde.

- Não importa.

- Nossa, que fome em princesa?! -disse acariciando o rostinho de Cat que sugava o peito de Megan desesperadamente.

Ouvimos um chorinho fino, era a Sam, peguei-a logo antes que a mesma acordasse a Jen.

- Shhh princesa!

- Ela deve estar com fome também. - Megan disse enquanto colocava Cat no berço, a mesma já dormia.

- Me dê ela aqui! -disse Megan e fiz o que ela pediu.

[...]

P.O.V Justin Bieber

- Hey Drew, esta ancioso? -perguntou Ryan se colocando ao meu lado.

- Muito.

- Daqui a algumas horas você será um homem casado.

P.O.V Megan Julie

- Awn, Julie você esta linda. -disse Alice.

- Obrigada.

- Ryan disse que Justin esta super nervoso. -falou Mel.

- Bom, está na hora! -Ali disse.

[...]

Depois de toda aquele blá blá blá do padre, ele chegou ao ponto que eu queria.

- Megan Julie Knowles, você aceita se casar com Justin Drew Bieber?

- Sim, -disse com um largo sorriso nos lábios.

- Justin Drew Bieber, você aceita se casar com Megan Julie Knowles?

- Está meio óbvio que sim.

Todos que estavam presente riram do "sim" do Justin.

- Justin!

- Eu os declaro marido e mulher!

[...]

Bom, eu era uma mulher casada desta vez, e eu estava muito contente, caralho eu me casei com o amor da minha vida, pai das minhas filhas, meu príncipe.

- Hey princesa! -Justin me abraçou por tras.

- Oi amor.

- Agora você é minha por completo.

- Eu sempre fui sua.

- E como anda a porcentagem do seu amor por mim?

- Bem, agora aumentou para 100%

- Wow, então eu me sai bem em tentar te conquistar.

- Muito bem,- disse e entrelaçei meus braços em seu pescoço, e logo Justin me beijou.

[...]

P.O.V Justin Bieber

- Justin, eu trouxe a garota. -disse Ryan adentrando meu escritório.

- Que garota? -perguntei sem entender.

- Lyli.

- Caralho, tinha me esquecido da menina. Não sei o que fazer.

- Ela não para de chorar, pergunta pelo irmão à todo momento.

- Ela não sabe que o garotinho morreu?

- Não, Justin ela só tem 5 anos, não poderia contar isso para ela.

- Hum, certo.

Eu não sabia o que fazer com a filha de Alfran, era apenas uma criança, não poderia joga-la em qualquer lugar.

O menino, Derick morreu a 2 semanas ele estava muito doente e ninguém percebeu, quando vimos ele já havia partido.

A garota chorava muito alto, resolvi ir até ela para tentar amenizar sua choradeira. Mas, antes mesmo que eu chegasse ao local onde ela estava, já não se ouvia seu choro o que era estranho. Quando cheguei até lá vi Megan com a menina no colo, a mesma alisava seus cabelos loirinhos à acalentando.

- Justin?

P.O.V Megan Julie

Tinha acabado de por as meninas para dormir, e derrepente ouvia-se um choro infantil muito alto. Vinha de la de baixo, resolvi ver o que acontecia lá.

Fui seguindo o choro até achar uma menina loirinha linda, ela chorava muito, isso partia meu coração. De quem era aquela menina? Por que ela estava ali? Por que chorava tanto? Eram tantas perguntas, e eu esperava que alguém respondesse mais tarde.

- Oi? -disse me aproximando da garota sem querer assusta-la.

Ela não parou de chorar, apenas olhou para mim assustada.

- Calma amorzinho, eu não vou te machucar, por quê esta chorando?

- Quero minha mamãe, cadê meu irmãozinho? -perguntou ainda chorando.

A peguei no colo para tentar faze-la parar de chorar... e aos poucos ela foi parando. Ela me abraçou forte e eu afaguei seus cabelos loiros.

Olhei para o lado e vi Justin, então o chamei.

- Justin?

- Oi...

- Quem é ela Justin?

- Ela é filha do Alfran...

- E o que ela faz aqui? -perguntei um pouco assustada.

- Eu a trouxe.

- Por que? Você poderia me explicar o que está acontecendo?

- Eu matei ele e a mulher dele, então eu trouxe seus filhos.

- Filhos? nãp é só ela?

- Não, tinha um garotinho de 2 anos.

- E onde ele esta?

- Morreu!

- O QUE? C..OMO ASSIM?

- Vou e explicar tudo, mas não na frente dela.

[...]

Depois que coloquei a garotinha em um dos quartos, Justin me explicou tudo, confesso que fiquei assustada e muito abalada pelo garotinho que havia morrido.

- Eu quero ficar com ela! -disse derrepente.

- O QUE? -Justin disse assustado.

- Quero ficar com a garota, faze-la nossa filha.

- Megan isso é loucura.

- Não é, ela precisa de uma mãe e um pai Justin, por favor me ajude com isso.

- Meg... tudo bem! -disse Justin vencido.

- Awn, eu te amo. -disse e dei-lhe um beijo.

[...]

Fui até o meu quarto onde a garotinha cujo o nome eu não sabia estava, ela estava acordada, me aproximei dela e ela me olhou.

- Olá! -eu disse.

- Oi. -ela disse envergonhada.

- Como é seu nome amorzinho?

- Lyli.

- Que nome lindo, meu nome é Megan.

- Megan, cadê minha mamãe, meu papai?

- Seus pais? bom, eles estão... no céu.

- E eles vão voltar logo?

- Eles não vão voltar, mas, eles pediram para que eu cuidasse de você.

- E meu irmão?

- Ele foi com eles.

- E por que eles não me levaram também? -perguntou já querendo chorar.

- Porque seu irmão só tinha 2 anos, então ele precisava mais da sua mamãe.

- Mas, eu também preciso.

- Mas você já é grandinha, e eles acharam que eu poderia cuidar de você, e talvez ser sua nova mamãe, assim como Justin ser o seu papai.

- Quem é Justin?

- Meu marido, quer conheçer ele?

- Sim!

Peguei Lyli no colo e fui até onde Justin estava com os garotos.

- Oi rapazes.

- E ai Megan. - disse Chaz.

- Lyli esse é o Justin!

Lyli me apertava como se tivesse medo de me perder, e isso era estranho já que ela nem me conhecia direito.

- Oi Lyli! -Justin a chamou.

- Oi... eu já vi você.

- Sim.

- Megan, vamos sair daqui. -ela disse baixinho, para que apenas eu ouvisse.

[...]

- E essas são as minhas filhas. -disse quando entramos no quarto das meninas.

- Elas são tão pequenininhas.

- Sim...

[...]

4 meses havia se passado, as meninas estavam com 5 meses de nascidas, estava tudo tranquilo.

(foto)

Lyli já tinha seu próprio quarto, todo rosa e com tudo que ela queria e gostava, e com isso ela se abrio mais. Ela era um amor, tão doce, eu estava apaixonada por ela.

[...]

8 meses se passaram tudo estava sendo perfeito, Justin era um pai e marido perfeito. Maravilhoso não?

Minhas meninas estavam com 1 ano e eram lindas.

(foto)

Elas já engatinhavam e era a coisa mais fofa do mundo.

- Justin, deixa a Sam dormir.

- Deixa eu brincar com ela, depois eu deixo ela dormir.

- Drew, ela esta com sono.

Sam tentava dormir, mas Justin não deixava, ele queria porque queria que ela ficasse acordada para que ele pudesse brincar com ela.

- Ela não é uma boneca Drew.

- É sim, minha bonequinha.

Sam fez um barulhinho avisando que estava irritada -e prestes a abrir o berreiro- e nós rimos.

- Vê como seu papai é irritante?

[...]

1 ano e 5 meses haviam se passado, Sam, Cat e Jenni já tinham seus 2 anos e 5 meses. estavam mais espertas e já andavam fazia muito tempo.

- Mamãe? -disse Lyli assim que chegou da escola.

Sim ela me chamava de mãe, fazia 1 ano, na primeira vez eu chorei, chorei muito.

- Oi amorzinho.

Lyli já tinha seus 7 aninhos. Ela e Justin tinham uma relação muito boa, tanto que ela começou a chama-lo de pai a pouco tempo. Justin à considerava como filha, e na primeira vez que ela o chamou de pai ele ficou muito surpreso, e contente...

- Cadê o papai?

- Saiu com o Ryan, daqui a pouco ele chega.

Ouvimos risadas vindo do quarto das trigêmeas.

- O que esta acontecendo?

Lyli fez sinal de que não sabia.

Fomos até o quarto e então vimos Justin brincando com ela.

Ele fazia cocegas nelas e elas nele, o que gerava muitas gargalhadas.

- Mama! -disse Cat, fazendo com que a atenção de Justin fosse para mim.

Ele sorriu, aquele sorriso que me dava borboletas no estomago, que fazia com que eu me sentisse uma adolescente apaixonada.

Justin já estava nos seus 21 anos, continuava a mesma coisa, um pouco mais gostoso, muito mais gostoso para ser honesta. Eu já tinha 19, e já tinha 4 filhas, puta que pariu!

Ele veio até mim e me beijou, gerando uma chuva de "eca".

- Lyli vem blincar com a Jen. -falou Jen como india.

- Jen, a Lyli chegou da escola agora, esta cansada, e esta na hora do banho das três porquinhas. Ou 4, não é Lyli?

- Mamãe! -exclamou Lyli.

- Ah mama, Jen não qué toma banhu.

- A Jen quer tomar banho sim. -disse Justin.

- Mai que pola. -disse Cat.

Eu não ouvi isso. Justin estava rindo, rindo muito daquilo.

- É porra, não "pola" amorzinho. -disse Justin.

- Justin! Cat, nunca mais diga "pola",isso é feio.

- Mai o papai dix.

- Não interessa, nunca mais diga.

- Cetu.

-------------------------------------------------------------------
 Vou acabar logo essa fic.

Bjs!













9 comentários:

  1. Parabens, eu amo a sua fic, ela a primeira fic q eu vejo durar 2 anos, (2012 ate 2014), ano muito ela, continua logo! Q fofo a Cat falando "pola", anwwwt !

    ResponderExcluir
  2. nossa quanto tempo meu Deus , tinha até perdido a esperança de vc termina essa IB

    ResponderExcluir
  3. mdls continuaaa llooogggggooooooooo pleassssee e se puder faz 2 temporada pleaseeeee......

    Te Amo Gauta.

    Ass: Cami Bieber..

    ResponderExcluir
  4. Divulga amor? (http://red-queenfanfics.blogspot.com.br/) comecei agora. Obrigado
    Xx

    ResponderExcluir
  5. http://jerryinactions2.blogspot.com.br/?m=1
    Divulga pra mim, divulgarei de volta.

    ResponderExcluir
  6. Poderia divulgar meu blog, por favor?
    → http://small-belieber.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Cara VC é foda puta merda queria ter essa criatividade lindo continua e aléias adoreos as partes picante kkk parabéns sei q fez muito tempo q VC posto vou ver os seus fics atuais😍

    ResponderExcluir