sexta-feira, 31 de agosto de 2012

I Need You - (22º Cap) '' Ta tudo sob controle ''


POV. Justin Bieber


- Mãe! 

- Justin Drew Bieber, solte já a Myllena! -ordenou minha mãe.

Caralho velho, minha mãe se entromete de mais em minha vida, ta na hora disso acabar.

- NÃO, NÃO SOLTO! -disse- ESSA VADIA MERECE APANHA.-conclui.

- Tia Pattie, ele está me machucando. -disse Myllena chorando.

- JUSTIN, SOLTE JÁ ELA! -gritou minha mãe, já irritada.

- Mãe não se entrometa onde não foi chamada. -disse tentando ter paciência.

Joguei Myllena no chão, e dei um chute em seu estomago, iria descontar toda a minha raiva nela.

- Justin! pare com isso, ela está gravida, vai matar o bebê. -disse mamãe pondo-se a frente de Myllena tentando protege-la.

- VAI TOMAR NO CU, ESSA VAGABUNDA DOS INFERNOS NÃO ESTÁ GRAVIDA COISA NENHUMA! -estourei, e minha mãe me olhou pasma, por eu ter mandado ela tomar no cu, mas porra, ela é muito entrometida, PQP!

- Oh, tia Pattie, eu estou gravida sim, Justin só diz isso porquê não quer assumir a responsabilidade de ser pai. -disse Myllena chorando. Cobra!

- Calma querida, me diga, foi Justin quem te bateu? -perguntou mamãe.

Myllena olhou para mim e sorriu cínica.

- Sim tia, foi ele! -disse ela.

Minha vontade é matar essa cachorra dos infernos.

- Justin, eu não acredito que você fez isso. -disse mamãe.

- NÃO FUI EU QUE BATI NESSA VAGABUNDA, MAS BEM QUE EU QUERIA MATAR ELA AGORA, E PROBLEMA É SEU SE NÃO ACREDITA EM MIM. -disse.

- O que está acontecendo aqui? -disse meu pai adentrando a sala.

- Jeremy você transformou nosso filho em um monstro. -disse dona Pattie.

[...]

- Pattie quantas vezes tenho que te dizer, para não se entrometer na vida do nosso filho!? -disse Jeremy.

- Ele está passando dos limites Jeremy, e isso é tudo culpa sua! -disse e saiu.

- Ela está me deixando louco pai! -disse.

- Calma filho, depois eu me resolvo com sua mãe, mas fala ai, essa Myllena ta gravida mesmo? -perguntou ele.

- Claro que não, é tudo mentira dessa vadia. -disse.

- Tome mais cuidado meu filho, essa garota ainda vai te trazer mais problemas. -disse Jeremy.

- Então oque veio fazer aqui? -perguntei, afinal meu pai tinha se afastado do trafico, ele disse que precisava descansar 'dessa vida' então deixou tudo para mim assumir, e bom é isso que eu faço desde meus 15 anos, mato pessoas, sou cafetão e traficante, além de roubar uns bancos quando tenho tempo.

- Ryan disse que você anda se picando! -PQP, cara fofoqueiro da porra.

- Eu vou matar o Ryan. -disse.

- Meu filho eu nunca te proibi de nada, mas heroína, isso é...suicídio.

- Pai eu tenho tido muitos problemas, e a heroína me faz relaxar, as outras drogas, já estão fracas pra mim, eu preciso de 'coisas' novas e fortes.

- Justin entenda que se picar não é a melhor solução.

- Ta tudo sobre controle.

- Não, não está, você não vai mais se picar, entendeu?

- Ta, ok, não me pico mais! -disse, mas é claro que eu estava mentindo, só disse isso pra ele relaxar.

[...]

Agora eu ia resolver uns problemas com uma vadia!

Fui até o quarto de Myllena e a vadia já não estava mais lá.

POV. Megan Julie


Estava no parque com Chris, estávamos, digamos que...namorando, o tempo estava muito frio, mas não nos impediu de passear.

Havia neve por toda parte, e bom isso me deu uma ideia. Peguei uma boa cotidade de neve com a mão (¬_¬'), fiz uma pequena bolinha, e chamei Chris, que estava destraido com alguma coisa.

- Chris?! -chamei.

- Ahn...?

Assim que ele olhou para mim, joguei a bolinha de neve, em sua face. Ele fez uma cara hilaria, me fazendo gargalhar.

- Eu não acredito que você fez isso! -disse ele incrédulo.

Me arrependi de ter jogado aquela bolinha em sua cara, ele parecia está irritado.

- Descul... -não consegui terminar, Chris me pegou no colo e me rodou no ar, mas bom...ele perdeu o equilíbrio e acabamos caindo, cai por cima dele, e então começamos a rir da situação.

[...]

- Bom, isso vai ter volta. -disse Chris assim que nos levantamos.

- Ah é? e oque você vai fazer? -perguntei desafiadora.

Chris fez uma bolinha de neve, e me olhou desafiador.

- Não, não, você não pode fazer isso, olha...-não consegui terminar novamente, porquê ele tinha acabado de jogar a bola de neve em minha cara.

- Não acredito que você fez isso! -disse.

- Pois pode acreditar. -disse ele.

- Idiota. -disse e selei nossos lábios.

- Olha só, quem eu encontro por aqui!

Olhei para o lado, e vi ele, o ser que eu amo, mesmo não querendo ama-lo, sua expressão era de raiva.

E só de olhar para ele sentia minhas pernas ficarem bambas.

POV. Justin Bieber

Estava sentado naquela cadeira giratória, rodando a mesma de um lado para o outro. Estava impaciente, precisava 'cheirar'.

Abri a primeira gaveta da mesa, e peguei o saquinho azul, tirando do mesmo outro saquinho, mas transparente e menor. Fiz 3 carreirinhas com o pó, e 'cheirei', e logo a droga já fazia efeito, me senti leve, acabara de esquecer todos os problemas, mas não durou muito tempo, aquela porcaria de cocaína não era o bastante para mim.

Mas eu sabia oque poderia me acalma por um bom tempo. Heroína!

Peguei uma borracha, e amarrei em meu braço, peguei a seringa, que já contia o conteúdo, e 'me piquei', logo a droga já fazia efeito.

[...]

Alguém bateu na porta do escritório. Droga quem poderia ser agora? porra agora nem me drogar em paz eu posso mais. Isso havia me irritado, e seja lá quem for que esteja a bater na porta, eu irei matar. Peguei meu revolver e fui até a porta.

Abri a porta, vendo o ser inútil a minha frente, disparei em seu braço, fazendo o mesmo dar um gemido de dor.

- Porra Justin, você está louco? -perguntou Ryan, incrédulo.

- Você teve sorte, que pegou no braço, porquê eu vim abrir a porta com a intenção de matar o ser despresivel, que estava a me importunar, sabes que odeio quando vêem em meu escritório sem ser chamado.

- Porra, mas isso é importante, você disse que se fosse importante poderia vir aqui. -disse ele.

- Ta, ta chega, fica remoendo feito um viadinho, diz logo oque veio fazer aqui, e é bom que seja bem importante, porquê se não, vou tirar seu ficado e comer no jantar. -disse e sorri irônico.

- Justin, acabei de falar com Zac, e ele disse que sua carga de cocaína acabara de chegar.

- Ah, então vamos logo pegar. -disse simples.

[...]

Tinha acabado de chegar no galpão do Zac, adentrei o mesmo, e vi os imprestáveis dos homens dele, todos se drogando. Aquele lugar cheirava mal, não que eu me importasse, pois venho sempre em lugares assim.

- Justin, meu caro amigo. -disse Zac vindo até mim.

- Não sou seu amigo, e vamos resolver logo o que temos para resolver! -disse curto e grosso.

- Nossa, ta bom. -disse ele. Idiota!

Fomos até seu escritório, me sentei a sua frente e então ele disse:

- Quero 100 vadias, por 2 milhões de dólares. -disse ele.

- Não 25 por 2 milhões, 100 por 8 milhões de dólares. -disse- é pegar ou largar.-conclui.

- Mas isso é muito dinheiro, por apenas 100 vadias. -disse ele.

- Bom, eu posso ganhar mais dinheiro se aluga-las, mais lucro pra mim. -disse eu.

- Ok, ok 100 vadias, por 8 milhões de dólares. -disse.

- Onde está minha cocaína? -perguntei.

- Lá fora, no caminhão! -disse ele.

[...]

Fomos até lá fora, abri o caminhão, e conferi se a cocaína era de boa qualidade, é não era ruim!

- Foi bom fazer negócio com você Justin! -disse Zac.

- Não posso dizer o mesmo -disse eu, e deu as costas, indo embora.

[...]

- Então Justin, você ainda quer pegar a Megan? -perguntou Chaz, ele havia ido comigo, pois Ryan foi retirar a bala do braço.

- Claro que sim, aquela vadia vai ter o que merece. -disse com desprezo.

[...]

Fiquei olhando para fora, e vi uma coisa não tão agradável para mim. Chris e a minha garota, aos beijos, em um parque.

- Chaz, para o carro, hoje eu acabo com aquela vadia. -disse.

- Que vadia? -disse parando o carro.

Não respondi Chaz, e fui até Megan e Chris. Aquele neguinho ia se ver comigo, e eu ia acabar com aquela vadia miserável.

- Olha só, quem eu encontro por aqui! 

- Justin!? -disse Megan.

- O que quer aqui? -perguntou Chris.

- Não se mete neguinho, meu assunto é com essa cachorra que está no teu lado. -disse.

- Ela não tem assunto nenhum a tratar com você, branquelo. -disse Chris vindo até mim.

- Ah, olha só o viadinho, defendendo a vadia. Megan vá já para o carro. -disse.

- Não, você não manda em mim, eu não vou com você. -disse ela.

- Eu estou mandando, você ir pro carro agora, vadia! -disse já perdendo o pingo de paciência que eu já não estava tendo.

- Você não manda em mim! -disse ela.

- Mando sim, você é minha. -disse e dei-lhe um tapa no rosto.

- Viafinho, agora você vai apanhar. -disse Chris dessa vez.

Aquele viado, veio pra cima de mim, dando me um murro no olho, revidei dando um chute, em seu estomago.

[...]

Chris, tentou me dar outro murro em mim, mas não conseguiu, então ele se destraiu, e eu dei uma voadora nele, fazendo com que ele caísse no chão, o viado se levantou, e deu um chute na barriga.

- PAREM! -gritou Megan.

Mas nem eu nem Chris ligamos, continuamos brigando, até que senti alguém, me segurar, virei-me e vi o desgraçado do Chaz.

- Justin você ta maluco, nós estamos perto da área do Chris, que morrer? -perguntou Chaz.

- Que se foda, que vou matar esse neguinho e depois acabar com a vagabunda da Megan. -disse, tentando me soltar.

- Vamos embora cara! -disse Chaz.

- Chaz vai tomar no cu, e me deixa em paz. -disse.

- Megan, é a ultima vez que vou falar pra você: entra no carro -disse.

- Não, eu vou ficar com o CHRIS! -disse ela.

- Justin, chega vamos embora. -disse Chaz.

- Ok Chaz. Megan você vai me pagar por isso, não se preocupe que o que é seu está guardado.

[...]

Entrei no carro, porquê fui puxado pelo Chaz, mas minha vontade era de matar o desgraçado do Chris.

- O que você quer fazer pra pegar a Megan? -perguntou Chaz.

Ele me conhecia muito bem, sabia que eu iria fazer alguma coisa para pegar aquela vadia, e eu já sei muito bem oque fazer!

- Nós vamos invadir a área do Chris, vamos matar todos os seu homens/capangas, e depois pegar a cadela da Megan. -disse.

*********************************************************************

Continua...

Continuo só com 10 comentários!

Desculpem-me pelos erros, preguiça de betar.

Bem vindas leitoras novas!

Beijustin pro cês!

By: Mirelly

11 comentários:

  1. Perfeito demais, continuaaaa!
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Selinho pra você no meu blog :3 > http://foreverfanficbieber.blogspot.com.br/2012/09/we-found-love-26-capitulo-1-selinho.html < No fim do post .
      Beijos :*

      Excluir
  2. omg *0*
    continua logooo amore
    bjookas <3

    ResponderExcluir
  3. Leitora nova aqui ~~
    ta muito perfeito continua (:

    ResponderExcluir
  4. *o* Perfeiito ' Leitora noova (: Amando mtto ~ Continuuua ' *----*

    ResponderExcluir
  5. ta demais, continua? bj

    ResponderExcluir