domingo, 31 de março de 2013

Catching Feeling cap. 5


''Não importa o que acontecerá amanha, contanto que você estejá do meu lado sei que tudo ficará bem.''




Pois é, aqui estou me arrumando pra ir a festa na casa da Cait. Se eu to animada? Nem um pouco, mas o que amiga num faz pela outra não é. E para tirar algum proveito vou com um vestido que eu mesma criei, perfeito pra ocasião:


 Coloquei um glos, documentos dentro da minha bolsa-carteira. Peguei meu celular pressionado um botão pra tela acender  pela milésima vez, mas nenhuma mensagem nem ligação do Justin, é esse silencio está me matando. Desci com meus saltos nas mãos até a garagem, joguei as coisas no banco passageiro e segui até a mansão dos Beadles.


[...]


A fachada da mansão estava bem iluminada, pessoas muito bem arrumadas e elegantes andava lentamente pelo tapete vermelho estendido até a porta de entrada. Ajeitei meu vestido e segui caminhado devagar.

 Adentrei aquela mansão e uma musica suave tocava calmamente avistei a Cait próxima a escada com um vestido longo cor de rosa a cara dela u_u ela segurava uma taça de champanhe em sua mão esquerda seus olhos percorria aquela sala super entediada, me aproximei dela e um sorriso se formou em seu rosto assim que me viu.

- Nossa pela sua cara a festa está mesmo interessante! –Disse pegando a taça que estava em sua mão, tomando um gole do champanhe-

- Nem me fale amiga, graças a deus você veio. Minhas bochechas dói de tanto rir pra essa gente chata. –falou pegando uma taça com o garçom que passava- Perai, onde você comprou esse vestido? É 
simplesmente perfeito! –disse me fazendo dar uma voltinha-

-rir fraco- Criação minha meu bem! –lhe mandei uma piscadinha-

- Nossa fantastico! Você tem mesmo talento amiga!

- Obrigado –disse rindo da cara dela -Cadê o Chris?

- Deve está no jardim mas os meninos, pegando alguma dessas vadiazinhas! –disse tomando um gole do seu champanhe-    

-Hum, e o Justin esta com eles? –perguntei tentado que minha voz saísse o mais normal possível-

- Não, ele ainda não chegou! –falou se apoiando no batente da escada- quer dizer, acabou de chegar! –completou apontando pra porta-

Me virei para a porta e vi ele entrando, estava simplesmente lindo com aquele Smoking , meu coração deu um pulo assim que ele me olhou e sorriu. Ai meu Deus o que está acontecendo comigo? 

Ele se aproximou de nos, deu um beijo na bochecha da Cait e me abraçou depositando um beijo no canto da minha boca. Vi Cait arregalar os olhos e sorrir tímida.

- Para tudo! –quase gritou Cait- O que está acontecendo entre vocês?

- Ér... nada Cait, nada! -disse tomando um pouco do champanhe- 

- Mas... –Sra Beadles a interrompeu-

-Cait faça um favor! –chamou-a- Olá Lizz –disse educada beijando minha bochecha- como vai Justin? –falou fazendo o mesmo-

-Olá Sra. B! –disse gentio-

-Estou bem! –disse Justin-

- Cait querida, vem aqui quero te apresentar umas pessoas! –disse arrastando Cait-

Cait olhou pra gente revirando os olhos e sussurrando um ‘’socorro’’ rimos dela, Justin me fitou por alguns logos segundos.

-Você está linda Lizz! –disse me medindo dos pés a cabeça-      

-Obrigado Biebs , até que você tá bonitinho!

Ele riu fraco e acariciou meu rosto com seu polegar nivelando nossos olhos aproximando nossos lábios.

- Justin, precisamos conversar!  -disse abaixando o olhar assim que senti sua respiração tocar meu rosto-

-Tudo bem, vamos lá pra fora está mais calmo.

Assenti deixando a taça sem nem ter terminado o champanhe com um garçom que passava por nos. Ele envolveu minha cintura me guiando até o jardim, alguns casais de jovem conversavam em meio aquela imensa grama verde. Caminhamos até uma cadeira de balanço que tinha ali:


Sentei na mesma, senti o peso do Justin assim que se sentou ao meu lado, ele me encarou enquanto eu suspirava fundo tentando achar uma maneira melhor de começar essa conversa.

- Então, o que você queria falar comigo? –perguntou-

- Sobre aquele dia que ficamos!

- O que é que tem?

- O que é que tem? –fitei seu rosto- Tem que eu estou super confusa Justin, eu não sei se tu ficou comigo só por pena, ou por livre e espontania vontade , acontece que aquele beijo mexeu muito comigo. E eu não tenho ideia de como vai ser daqui pra frente, e todas essas duvidas estão me corroendo. Você não me ligou, nem mandou mensagem, o dia todo e isso me deixou muito mais frustrada. – aquela explosão de palavras, saíram pela minha boca como um foguete de tão rápido- Eu simplesmente não iria consegui te olhar como antes, sem ao menos tivermos uma conversa. -respirei fundo, abaixando o meu tom de voz-

- Lizz desculpa –fitou o chão- eu também estava confuso, eu não sei o que me deu pra te beijar. Mas tiver daquele jeito apertou meu coração, era como se seus lábios me chamassem pra toca-los e foi umas das melhores sensações que já tive. –ele voltou a mim olhar- Lizz eu não sei como vai ser daqui pra frente, mas eu sei o que eu quero agora! –nivelou nossos olhos- Eu quero você! –sussurrou próximo ao meus lábios- não vamos nus preocupar com o amanha ok!? –disse colocando uma mecha rebelde atrás da minha orelha-

- Tipo, uma amizade colorida? –perguntei franzido o cenho-

- Ér, tipo amizade colorida! Iae, topa? –perguntou com um sorriso nos lábio-

- É, não custa nada tentar, eu topo!! –sorrir sapeca-

Finalmente seus lábios tocaram os meus, e aquela sensação estranha mais gostosa voltou a tona. Sua língua pediu passagem e cedi sem pestaneja, ele explorou cada canto de minha boca. O fato é, que vamos aproveitar cada segundo que pudermos, e as duvidas irão ser esclarecidas com o passar do tempo...

[...]

Depois de um tempo a sós, se é que vocês me entendem ;) Eu e o Justin voltamos a festa, agora tocava musicas mais animadas, pra jovens. Sabia que a Cait daria um jeito pra animar aquela festa. Adentrei a mansão com os braços do Biebs em volta de minha cintura, peguei uma taça com um garçom que passava e fui saltitando até a pista de dança. Meu corpo começou a se mexer conforme o ritmo da música, Justin acariciava minha cintura enquanto dançava também. Era obvia a nossas intenções, eu o queria assim como ele me queria, apesar do pouquíssimo tempo que estamos ‘’juntos’’ era visível o desejo que sentíamos pelo outro.

[...]

Passava das 2h da manha quando decidi ir embora, meus pé latejavam por conta do salto, minha cabeça começava a doer devido as taças de champanhe que bebi. Uma fato é: eu e álcool não nuns damos muito bem, e o pior que ainda tenho que dirige Affz.

- Justin eu vou nessa, minha cabeça tá começando a doer! –falei me levantando de seu colo-

- Eu não entendo pra que você ainda bebi, sabia. Se sempre passa mal depois –disse se levantando do sofá-

- Tchau, te vejo depois! –falei ignorando suas palavras lhe dando um selinho-

- Nem pensar, eu vou te levar. Num vou deixar você dirigi assim! –falou envolvendo minha cintura-

Assenti e fomos nus despedir do pessoal, fomos de mãos dadas até a vaga onde tinha deixado meu carro. 
De repente apareceram uns caras mascarados que surgiram em meio aquela rua com pouca iluminação, cercaram-nos e um deles se aproximou de nos.

- Lizza Simpson, ainda mais linda pessoalmente! – falou acariciando meu rosto.-

- Não toca nela!! –Justin disse estridente tirando a mão do cara do meu rosto-  quem são vocês?

-  Não interessa quem somos , interessa o que vimos fazer!! –disse em um tom debochado-

- O que vocês querem? –perguntei dando um passo pra trás-

- Você!! –disse sombrio me fazendo arrepiar-

- Vão embora! –disse Justin irritado-

- Não sem ela! –falou segurando meu braço-

- LARGA ELA! –Justin gritou-

O cara me pegou pela cintura colocando-me em seus ombros, agarrei-me no Smoking do Justin gritando para me soltarem, Justin se debatia pra que os capangas o largassem mas em vão, minhas mãos deslizavam conforme o homem mascarado me puxava cada vez mais. Ele me jogou dentro de um carro e logo entrou também, minhas lágrimas quentes escorria pelo meu rosto quando vi Justin caído no chão depois das surras que levou.

- ME TIREM DAQUI, SOCORROOOO! –gritava batendo nas janelas na tentativa de alguem me ouvi- EU QUERO SAIR DAQUIII! –gritei dessa vez batendo no homem mascarado que dirigia-

- CALA A BOCA SUA VADIA, OU EU ATIRO TÁ ENTENDENDO!! –berrou quando parou o carro 
bruscamente, mostrando uma arma-

- EU QUERO IR EMBORAAA!! –berrei distribuindo murros em seu corpo ignorando suas palavras-

- Sua vagabunda!! – sussurrou e me dando uma coronhada-

 Minhas mãos caíram ao lado do meu corpo enquanto minha visão escurecia mais, e mais...



***

continuaa...

Oi gente!! Bom aparte de agora ñ vou mas pedi comentários, comenta quem quiser ou marca se tá gostando ou ñ. Lembre-se que os comentários é o que me faz saber se tão gostando ou não, então será assim comenta se quiserem e eu irei postar quando der.
Queria pedir desculpa pela demora, mas acontece que a fula da minha net tava de maricagem de ñ querer pegar.

é isso BieberKiss =*

Adc-me no face Beek Oliveira
Siga-me no TT @W_Beek1
Perguntem no ASK



by: Beek

9 comentários:

  1. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOH MY BIEBER ! CONTINUA PELO BIEBER AMADO !

    ResponderExcluir
  2. continua por favor ta tão perfeito, que IB Divo, caralho ta Muito Top parabéns vey... continua to amando! *-*

    ResponderExcluir
  3. Continuaaaaaaaaa , ta MUITO perfeito :))
    Amore , voce poderia divulgar meu Blog ?
    se quiser eu divulgo o seu !
    E continua porque ta PERFECT :p
    http://imagine-beliebersuperhot.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Continuaa logo! Ta muito perfeito :)
    // Beatriz R \\

    ResponderExcluir
  5. Continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa cu
    By: Mirelly

    ResponderExcluir
  6. Continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa cu
    By: Mirelly

    ResponderExcluir
  7. Ta muito perfeito amor *0*

    To amando muito, sério

    Continua logo

    Sera que você pode indicar e ler meu imagine anjo? http://sonhosde-belieber.blogspot.com.br/ Obrigada :)

    ResponderExcluir
  8. Continuaaaaaaaaaaaaaaa, perfeito *_* bjs GEISIELE

    ResponderExcluir